Acompanhe nossas redes

Patrimônio É… Bairros Negros: Quilombos Urbanos

Data e Horário

13/11/2018 das 6:00 pm às 11:00 pm

Local

Espaço Cultural da Barroquinha
Barroquinha, Salvador - BA, Brasil

Salvador é uma cidade de muitas faces, cores, ritmos, crenças… muito de tudo e de tudo um pouco. Primeira capital do Brasil, traz em si a miscigenação como característica principal. E, reflexo desse encontro e mistura de etnias, não só a cultura desse povo, como a formação da sociedade, da arquitetura e dos bairros sofreram essas diversas influências, resultando na Salvador de todos os cantos, encantos e axé.

Um dos aspectos que mais chama a atenção no processo de formação arquitetônica e social da cidade, são os bairros que nasceram dos antigos quilombos, e hoje são considerados como bairros negros, devido ao fato de serem compostos por uma população predominantemente negra e onde estão concentrados muitos dos terreiros de candomblé, que preservam a tradição, ritos e cultos do povo africano que, como não tinham espaço, nem permissão para viver suas crenças, encontraram nos quilombos o refúgio e abrigo para se expressarem devidamente.

 

Novembro, considerado o mês da Consciência Negra, clama por reflexão acerca do pertencimento desse povo tão importante para a formação de Salvador, e por isso, na próximaterça (13), às 18h, o Espaço Cultural da Barroquinha, recebe mais uma edição do Patrimônio É… com o tema Bairros Negros: Quilombos Urbanos. A roda de conversa vai contar com a participação de Vovô do Ilê, bloco afro que este ano comemora 45 anos de existência, luta e resistência, sediado no Curuzu, um dos bairros considerado como mais negro da cidade; da mestre, doutora, arquiteta e urbanista, Maria Estela Ramos Penha, cujas pesquisas são na temática de espacialidades e patrimônios culturais em comunidades negras urbanas e rurais, tomando as culturas negras no entendimento da arquitetura afro-brasileira e bairros negros e do mestre, doutor, arquiteto e urbanista, Fábio Velame, que atualmente é Professor Adjunto III, da FAUFBA, professor do Curso de Especialização em Assistência Técnica para Habitação e Direito à Cidade, entre outros cursos, é também membro do Colegiado Setorial de Culturas Afro-Brasileiras da SECULT – Secretaria de Cultura do Estado da Bahia para o biênio 2014-2016 e Superintendente de Meio Ambiente e Infra-Estrutura da UFBA – SUMAI/UFBA (2013-2018). A mediação fica por conta de Alisson Sodré, Subcoordenador de Promoção de Ações Afirmativas e da identidade Étnica e Racial da SEMUR/Prefeitura de Salvador.

 

Data e Horário

13/11/2018 das 6:00 às 11:00

Ingressos

Gratuito

Local

Espaço Cultural da Barroquinha
Barroquinha, Salvador - BA, Brasil

Compartilhe nas suas redes
Compartilhe