Cinema

25 de Abril

O #ConexãoFGM exibe “Mulheres da Pá Virada: Histórias e Trajetórias na Capoeira”

O #ConexãoFGM desta semana, exibe mais produções audiovisuais com financiamento ou apoio da Fundação Gregório de Mattos, e já conta com mais de doze mil visualizações em seu canal do YouTube. É possível assistir do computador, smart TV, tablet, celular… qualquer dispositivo eletrônico com acesso à internet, através do canal do YouTube da FGM ( https://bit.ly/2vQgnJz ). De segunda a sexta, os filmes ficam disponíveis na plataforma, das 08h às 21h e no final de semana, a partir das 07h do sábado, saindo do ar às 00h do domingo.

Na quinta-feira (23), será apresentado o doc “Aiuê - Escutando o som dos Quilombos”, com direção de Donminique Azevedo, Leo Rocha e Danilo Umbelino. Em Kimbundo, língua da família banta, "aiuê" é também uma expressão de espanto, alegria, festa. Assim, partindo de uma abordagem etnográfica, linguística e musicológica, o documentário é uma experiência imersiva que revela as mais diversas expressões sonoras e musicais presentes em comunidades remanescentes de quilombos.

Na sexta-feira (24), será apresentado “Mulheres da Pá Virada: Histórias e Trajetórias na Capoeira”, com direção de Adriana Albert, Christine Zonzon e Joana Points. O documentário, com direção do Grupo de Estudos e Intervenção Marias Felipas (www.mariasfelipas.wordpress.com), apresenta experiências e trajetórias de mulheres capoeiristas contadas pelas próprias protagonistas. A produção tem como fio condutor uma parte da história de vida de Mestra Ritinha, uma das precursoras do protagonismo das mulheres na capoeira da Bahia, falecida em janeiro de 2019. A narrativa da história de resistência dessa mulher “negra, pobre e da pá virada” dialoga no filme com o registro de depoimentos, histórias e luta de mulheres capoeiristas, de diferentes estilos, linhagens e percursos, trazendo uma diversidade étnico-racial, geracional e de inserção na capoeira com a participação de mestras, contramestras, professoras e outsiders. Filmadas em Salvador, essas mulheres corajosas partilharam, em roda, suas dores e delícias, suas mágoas e vitórias no universo da capoeira. Este emocionante documentário propõe um debate inédito acerca da invisibilidade das mulheres na capoeira, da opressão, da violência de gênero, tanto física quanto psicológica, e da capacidade de união, mobilização e resistência destas capoeiristas. Com financiamento do prêmio Capoeira Viva Salvador ano II, da Fundação Gregório de Mattos, Prefeitura de Salvador, além de um crowdfunding online (Plataforma Catarse). Produção: Grupo Marias Felipas e Cortejo Filmes. Fotografia, Som Direto e Montagem: Cortejo Filmes. 

No final de semana, sábado (25) e Domingo (26), reprise de todos os filmes exibidos durante a semana, disponíveis a partir das 07h do dia 25, até as 00h do dia 26. 

Para saber de toda programação do #ConexãoFGM, basta seguir a FGM nas redes @fgmoficial (Instagram) e @fgmcultura (Facebook).